4 livros sobre gestão de risco de crédito que deve ler

17/03/2021
Por Axesor

De acordo com o mais recente barómetro sobre a morosidade publicado pela Confederação Espanhola das Pequenas e Médias Empresas (Cepyme), 56,7% das empresas acreditam que vão sofrer ou já estão a sofrer um aumento da morosidade por parte dos seus clientes privados. Todos os empreendedores que se preocupam sabem que entre os principais desafios que se colocam a quem gere um negócio, está o facto de os clientes pagarem a tempo. Porquê? Porque uma gestão adequada do risco de crédito permite que as empresas cumpram as suas obrigações financeiras e garantam a sua liquidez, resultando em novos investimentos e crescimento.

Para responder a este desafio é aconselhável conhecer o risco de crédito dos nossos clientes, ou seja, aferir a probabilidade que um devedor tem de cumprir com as suas obrigações de pagamento.

Este cálculo nem sempre é fácil, pelo que é essencial que qualquer profissional desta área conheça em profundidade os conceitos básicos, as suas aplicações práticas e, em última análise, saiba como gerir tudo isto por forma a otimizar os benefícios e alcançar o sucesso.

Para aprofundar estas ideias, apresentamos 4 livros que podem ser úteis para aumentar os seus conhecimentos no que diz respeito à gestão de risco de crédito e trazer mais segurança à sua empresa.

1. Prevención y gestión de riesgos: bases conceptuales y aplicaciones prácticas (ACCID)

Por mais importante que seja ter uma política de risco o mais determinante é levar a cabo uma gestão antecipada desses riscos. Para isso, o primeiro passo consiste em detetar e avaliar o risco potencial antes que este se torne efetivo. Desta forma, a empresa será capaz de enfrentar da melhor maneira as mudanças e alterações que vão ocorrendo. Mas quais são esses riscos? Este estudo, desenvolvido pela Associação Catalã de Contabilidade e Gestão (ACCID) em colaboração com economistas (CE-CGE), revela e analisa os principais riscos que afetam as empresas e que comprometem a continuidade dos negócios. Após a leitura, terá uma visão completa das diferentes tipologias: desde a matriz de riscos até ao risco de auditoria, passando também pelos aspetos menos evidentes da gestão de riscos. 

2. Financial Risk Management: Identification, Measurement and Management (Francisco Javier Población García).

Neste livro, Francisco Javier Población oferece-nos uma visão quantitativa da gestão de risco aplicada às empresas. Focado em organizações financeiras e não financeiras, explora os principais riscos através de uma análise abrangente e refere diferentes estratégias para minimizar o seu impacto no negócio. Este livro abrange os conceitos básicos e a terminologia relacionada com os principais riscos (taxa de juro, ações, preço de mercadoria, contraparte...), mas também exemplos práticos e quantitativos que contribuem para aplicar a teoria às necessidades específicas de cada negócio. O autor aplica a sua vasta experiência no setor e em instituições como o Banco de Espanha ou o Banco Central Europeu neste guia, permitindo ao leitor aprofundar o estudo da estabilidade financeira. 

3. Análisis de la gestión de riesgo de mercado y riesgo de crédito (Yulibeth Ruiz Ponce, Martha R. Argüello C., Ignacio Cid).

Medir o risco a que as instituições financeiras estão expostas tornou-se uma tarefa fundamental. Para isso, é necessário desenvolver ferramentas que permitam cumprir os objetivos e antecipar cenários que possam violar a solvabilidade e continuidade das organizações. Este livro faz uma análise aprofundada do risco de mercado, das operações e, em especial, do risco de crédito, pois para os autores este é o mais importante. O risco de crédito deve ser controlado na medida em que é aquele que tem mais potencial para gerar maiores perdas para as instituições. Note-se que esta publicação, para além de analisar particularmente os casos da Europa e de Espanha, aprofunda uma série de reflexões sobre a situação da América Latina, centrando-se no caso da Colômbia. Desta forma, o leitor ganhará uma visão mais ampla do contexto em que o risco de crédito está enquadrado. 

4. La gestión del riesgo financiero (Juan José Torres, Gumersindo Ruiz, José Ignacio Jiménez)

Não há dúvida de que iniciar uma política de gestão de riscos financeiros é uma questão complexa e pode ser até confusa. Este livro enuncia claramente os instrumentos que estão disponíveis para quem pretenda estabelecer uma estratégia de posicionamento face ao risco no contexto da carteira de clientes, fomentando as decisões numa base lógica.
Para Torres, Ruiz e Jiménez as principais ferramentas para uma gestão eficaz são as técnicas e ferramentas de análise de risco, que referem no livro sistematicamente e através de exemplos que facilitam a compreensão. Aqui encontrará um guia completo acerca de como se define o risco financeiro e a atitude do investidor face ao mesmo, identificando fatores de risco de mercado e revendo as formas de medição e modelos para o gerir. Uma leitura indispensável se quiser aprofundar a estratégia por detrás da gestão do risco financeiro de qualquer empresa.